domingo, 16 de abril de 2017

ÍDOLOS

Eu estava pronto para fazer uma postagem sobre a visão espírita referente à páscoa, mas como tem um assunto que está a algum tempo martelando na minha cabeça e ontem (sábado 15/04) vi uma postagem numa rede social em que o titulo era: Fulano é o maior médium do mundo, pois tem tantas curtidas no Brasil e outras tantas nos EUA, acabei me perguntando: mas isso forma um grande médium?
Alguns espíritas estão seguindo um caminho perigoso, que não existia no espiritismo e aos poucos vem acontecendo, estão criando ídolos espíritas, principalmente nas redes sociais, onde se idolatra de maneira exagerada médiuns escritores, onde se compartilha frases de efeito, psicografias sem uma base espírita, sem saber ao certo sua procedência e palestrantes que usam como base livros de autoajuda e que esquecem e nem mencionam as obras básicas de Kardec. 
 A frase mais significante no meio espírita “fora da caridade, não há salvação” perde o sentido parecendo mais dizer “ eu tenho que viver melhor e cada um por si”.
É claro que devemos admirar bons palestrantes, bons psicógrafos, bons médiuns, espíritas como Chico Xavier e Divaldo Franco, mas é nessa linha que tudo fica diferente, pois, esses dois sempre pregaram a humildade, que são apenas servos da mediunidade, eles próprios fogem da alcunha de “ídolos”.
E idolatrar pessoas sempre foi muito perigoso, porque acabamos esquecendo o nosso verdadeiro caminho, acabamos esquecendo os ensinamentos do mestre Jesus, o motivo por estarmos aqui, encarnados, neste mundo de provas e expiações.
É um caminho que pode levar à vaidade, a intolerância, a ganância por dinheiro e poder e principalmente a falta de Deus no coração.
Peço perdão se ofendi alguém com essa postagem, pois não é essa intenção, só escrevi este texto, porque precisamos muito continuar no caminho do bem, para que não percamos as forças em ajudar os nossos irmãos que tanto precisam e ter sempre a nossa espiritualidade conectada com Jesus.

Não somos médiuns porque queremos, somos médiuns porque podemos, porque é um presente de Deus, pois somos apenas um instrumento do mundo espiritual, “daí de graça, o que de graça recebeste” Mateus 10-8.


Nenhum comentário:

Postar um comentário