domingo, 13 de novembro de 2016

Não vim destruir a lei - Entendimento

   Trecho do item 1 do E.S.E – Não vim destruir a lei
Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim para destruí-los, mas para dar-lhes cumprimento. Porque em verdade vos digo que o céu e a Terra não passarão, até que não se cumpra tudo quanto está na lei, até o último jota e o último ponto. (Mateus, V: 17- 18)

            Meu entendimento sobre o capitulo:
Quando Jesus esteve brevemente na terra e nos passou o ensinamento de que Deus é bom, que Ele só quer o nosso bem e que em hipótese alguma é um Deus vingativo ou que nos exige sacrifícios em seu nome, em nenhum desses momentos Jesus quis desfazer as leis de Moisés, até porque nos tempos de Moisés o homem era mais truculento, menos racional, menos inteligente, então Moisés tinha que falar e agir conforme eles poderiam entender, as palavras tinham que ser mais objetivas e o “homem” naquela época entendiam mais a lei da espada e talvez por isso fosse criada a lei do “olho por olho, dente por dente”, mas isso mudou muito daqueles tempos para os dias de hoje?


É certo que o “homem” é mais civilizado, mais instruído, com uma tecnologia e um poder de comunicação e aprendizado incomparável para com o “homem” dos tempos de Moisés. 
Mas ainda estamos muito atrasados quando se trata da lei moral, pois se olharmos atentamente, observarmos ao nosso redor, ainda vivemos na lei do “olho por olho”, e então vem a fatídica pergunta de o por que que essas coisas ainda acontece?. 

Sempre falo nas minhas palestrinhas e nas conversas com amigos, é uma constatação quase que perpetua, está faltando paixão, o olhar de amor, o olhar que Jesus dava para todos, sem distinção, sem preconceito, porque pouco adianta você orar, ler a bíblia, saber trechos do E.S.E de cor, frequentar igrejas, templos ou salas, mas não colocar nada do que lê, ouve e vê em prática, as vezes fazem tudo ao contrário, invejam o irmão do lado, tecem comentários maldosos e vingativos, tentam se mostrar estar acima de qualquer suspeitas e por fim num insulto tentam pagar com a mesma moeda, estão exatamente usando a lei de Moisés.

 Alguns “homens” estão destruindo a lei de Jesus “amem o próximo como a sí mesmo”, pois Jesus não veio ao nosso encontro só para construir o seu perfil ou para editar o novo testamento, Ele veio nos ensinar na prática, sem teorias mirabolantes eles nos ensinou o perdão e o amor, nos mostrou que o nosso livre-arbítrio deve ser usado para o bem, para a vida, para “amar as pessoas como se não houvesse o amanhã”, porque não haverá amanhã se você se vingar hoje.



Nenhum comentário:

Postar um comentário