domingo, 10 de julho de 2016

Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo - Entendimento

Vindo, então Jesus para perto da cidade de Cesareia de Felipe, perguntou aos seus discípulos: “o que dizem os homens a meu respeito? Quem eles acham que eu sou? ” E os discípulos responderam: “Uns dizem que o Senhor é João Batista, outros dizem que é Elias e outros dizem ainda que é Jeremias ou algum dos profetas, Isaías, Ezequiel ou Daniel”. Então, Jesus perguntou aos seus discípulos: “ E vocês, quem acham que eu sou? ” Simão Pedro, tomando a palavra, respondeu: “ O Senhor é o Cristo, filho vivo de Deus”. E Jesus disse: “Bem-aventurado é você, Simão Pedro, porque não foi a carne nem o sangue que lhe revelaram isso, mas sim, Meu Pai, que está nos Céus! ”  


Meu entendimento sobre o capitulo:
Porque Jesus nunca falou nada contra a reencarnação?
Jesus em suas pregações começou a desmistificar algumas coisas dos tempos de Moises, como por exemplo o Deus castigador, vingativo. Ele pregava que Deus era amor, que nos amava e queria nos ver sempre felizes, mas ele não era vingativo, era gentil, bondoso e caridoso. Também combateu os falsos profetas e sacerdotes, os aproveitadores (que existem até nos dias de hoje) que usavam o nome de Deus para ganhar dinheiro e poder.
  Então porque ele nunca falou nada contra a reencarnação?
  Porque ele mais do que ninguém, sabia o quanto era necessário a reencarnação, a evolução do nosso espirito. “NINGUÉM PODE VER O REINO DE DEUS SE NÃO NASCER DE NOVO” e só existe uma maneira de nascer novamente, reencarnando, mas não é uma vez só, são muitas, pois não se evolui de uma vida para outra, é preciso muitas idas e vindas, para chegarmos a ser um espirito puro.
  Então não existe paraíso e inferno? Não, não existe!
  O que existe na realidade é apenas uma evolução espiritual, e não é tão complicado acontecer essa evolução, basta apenas sermos bom, bom com nossos entes queridos, com nossos amigos e vizinhos, com o gari, o entregador de gás e até mesmo com a sogra e o cunhado. Basta apenas seguirmos os preceitos de Jesus, ele nos deu o caminho, nos deu a dica, nos deu a vida para podermos evoluir. Para se estar perto do Pai não precisa muita coisa, nem mesmo desencarnar, basta orar, ser honesto com os outros, mas principalmente consigo mesmo, basta um sorriso ao seu semelhante.
  Recentemente num estudo do ESSE, ficamos surpresos que morrer e nascer é uma fatalidade, palavra que vem do Latim Fatalitas, que significa “AQUILO QUE NÃO SE CONSEGUE EVITAR”. E se nascer e morrer é uma fatalidade, evoluir então é uma fatalidade, porque todos nos evoluímos, uns mais rápidos, outros mais lentos, mas todos nos evoluímos, pois é sabido que não involuímos, não andamos para trás, então fatalmente vamos ver o reino de Deus!


Nenhum comentário:

Postar um comentário